Estamos em manutenção...

O site do Clã Lobos do Sul, bem como outras plataformas de mídia associadas estão passando por reformulação e manutenção. Algumas informações podem estar desatualizadas, conteúdo estará restabelecido em março de 2018.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Roda de Cura - Setembro

Saiba mais em http://erapanuy.blogspot.com

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Nas Asas do Gavião



Roda de Cura com Rapé

É com muita alegria no coração que compartilhamos este momento Sagrado que nos possibilita sentir a floresta dentro de nós...que o Grande Espirito nos bendiga para alçarmos vôo rumo a imensidão de nos mesmos.

Yawanawa

Hushahu e Putani

Por Laura Soriano Yawanawa

Kátia Hushahu e Raimunda Putani (foto) são duas mulheres jovens yawanawá -ambas têm 25 anos de idade- que nasceram na Terra Indígena do Rio Gregório, onde habita o seu povo, no Acre, no sudoeste da Amazônia brasileira.

Hushahu e Putani foram as únicas mulheres que tiveram coragem de fazer juramento ao Rare, a planta sagrada do povo yawanawá, que inicia ao aprendizado do mundo espiritual do xamanismo.

Elas juraram ao Rare e aos espíritos dos ancestrais que iriam dedicar suas vidas a aprender e a ajudar o povo yawanawá na sua ciência tradicional.

Quando as duas foram iniciadas no conhecimento espiritual yawanawá, ninguém acreditava nelas, principalmente os homens da aldeia. Falavam que não existia mulher pajé dentro da cultura yawanawa e que a atitude delas era contra a cultura de seu povo.

Mas o velho e sábio Tuin Kuru falou:

– Isso não é verdade. Nosso conhecimento é espiritual e não tem nada a ver com o sexo, cor ou cheiro. Sendo homem ou mulher, todos podem podem aprender porque o nosso conhecimento é espiritual.

Putani e Hushahu, com pouco apoio da comunidade, se refugiaram no mais profundo da floresta com os pajés Tata e Yawarani e começarem o aprendizado. Passaram por provas muitos difíceis. Chegaram num determinado momento em que pensaram que fossem morrer.

Por nove meses não tomaram água tampouco comiam comida normal. Alimentavam-se de comidas muito leves e algum tipo de peixe muito pequeno, mas apenas uma vez por dia. Seu principal alimento espiritual era o uni (ayahuasca), a bebida sagrada do povo yawanawa, junto com o rume (rapé) inalado pelo nariz. Uni e rume são duas "medicinas" muito forte do conhecimento espiritual da cultura yawanawa.

Durante todo esse tempo Putani e Hushahu foram aprendendo coisas incríveis do mundo espiritual. Elas trouxeram de volta o canto de cura, desenhos incríveis, lindos e coloridos da magia do uni. Tiveram visões profundas e significativas para o povo yawanawa.

Ninguém, além dos dois velhos pajés Tata e Yawarani, conseguiu fazer até agora essa dieta que elas fizeram. Alguns membros da aldeia até que tentaram. Por falta de apoio da comunidade, acabaram desistindo e voltaram a cuidar de seus afazeres.

Agora podemos dizer que os velhos podem morrer em paz porque o povo yawanawá tem duas mulheres corajosas e jovens que seguem mantendo esse conhecimento que foi repassado para elas.

Hushahu e Putani seguem trabalhando arduamente para a preservação do conhecimento puro yawanawa. Elas agora ganharam o respeito de todos da aldeia, incluindo o respeito de todos os homens que não acreditavam nelas.

Elas agora fizeram uma promessa de falar apenas em Yawanawa. Isso é um ato muito simples, mas que está tendo grande efeito positivo na aldeia: todos agora preferem falar em yawanawa a não mais em português.

Putani e Hushahu são um grande exemplo para todas as mulheres indígenas e não indígnas. Elas estão traçando uma nova história para o povo yawanawa, onde a mulher é respeitada e escutada nas mesmas condições dos homens.

Nota do editor: Laura Soriano Yawanawa é índia de origem mexicana, das etnias mixteco e zapoteco, formada em antropologia e relações internacionais pelo Principio College de Ilinois (EUA) e assessora dos projetos sociais e econômicos do povo yawanawa. É casada com Joaquim Tashka, um dos líderes yawanawá. O Rare que ela cita é a raiz da planta mais sagrada para o povo yawanawá. Representa o Criador. É tão sagrada que mulheres e crianças não podem passar por perto. Apenas os pajés podem tocar a raiz do Rare. Ao tomar Rare, o espírito da cobra, que é o ser iluminado e de força espiritual, vem habitar no seu coração. A partir de momento que se faz juramento ao Rare a vida muda, sobretudo a forma de pensar. A pessoa renasce e acorda para o mundo espiritual, passando a encará-lo sob nova perspectiva. A dieta de Hushahu e Putani inclui um ano de abstinência sexual. Anteontem, na aldeia, a tribo realizou uma crimônia para comemorar 10 meses da dieta que as duas já cumpriram. Esse resgate cultural começou após a tribo expulsar os missionários evangélicos da organização americana Novas Tribos, em 1986, que tentaram impor a Bíblia traduzida em língua yawanawá.

(Publicado em 30 de novembro de 2005 no blog do Jornalista Altino Machado)
http://altino.blogspot.com

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Nas Asas do Gavião



Celebração!!!


Nas Asas do Gavião é um momento especial de conexão com a força da floresta, que possamos estar de corações abertos para receber as bençãos e as curas trazidas pelo Espirito do Rumã (Rapé) para dentro de nossas vidas.

Sejam todos bem Vindos!!!



Por favor confirmar presença antecipadamente.

Maiores informações no cartaz em anexo ou

Espaço Rapa Nuy - espacorapanuy@gmail.com - (51) 32352124

terça-feira, 5 de julho de 2011

Vivência para Mulheres



15, 16 e 17 de julho de 2011

O VÔO AO MISTÉRIO ANCESTRAL

Vivência para mulheres

(cartaz em anexo)

ARTE

BIODANZA

CANTOS SAGRADOS

CERIMÔNIAS NATIVAS

RITOS E JORNADAS XAMÂNICAS

Focalizadoras:

Ana Paula Andrade (Clã Filhas da Lua)

Suzzanne Flores (Sítio Sol da Manhã)

Tatiana Almeida (Espaço Rapa Nuy)

Nesta vivência estaremos nos conectando com a Sabedoria Ancestral através dos quatro elementos e de Cerimônias Sagradas Antigas.

Este trabalho é direcionado para mulheres que já estão trilhando um caminho de resgate de seu próprio poder pessoal. Quem sentir-se chamada é porque, de alguma forma, já vêm dando passos nesta direção.

Durante o final de semana em um local mágico e acolhedor, serão propostas atividades de contato com tudo aquilo que nos remete à “Mulher Sonhadora”, Aquela que tece a ponte entre o mundo manifesto e o não-manifesto.

A função da Sonhadora é dar abertura ao espírito criativo e ao caminho mágico... aqui agimos a partir de nosso eu autêntico, somos sinceras e honramos nossas visões e tudo aquilo que sempre esteve a disposição: A MAGIA DE SER QUEM SE É!

O VÔO AO MISTÉRIO ANCESTRAL nos permite abandonar os medos e assumir a forma de SER NATURAL; nos permite reconhecer a dimensão do Espírito e de tudo que é possível alcançar quando não nos prendemos ao controle da mente ou á densidade do corpo; nos permite, entre tantas coisas, ser consciente do Mistério de SER MULHER.

Local: Refúgio Carpe Diem – Presidente Lucena/RS

www.refugiocarpediem.com.br

Contribuição: R$ 350,00 (com estadia e alimentação)

Informe-se sobre forma de pagamento e inscrição.

clafilhasdalua@gmail.com

(51) 32352124 / 98210643 (vivo)

domingo, 3 de julho de 2011

A Rainha das plantas

Conhecida desde tempos imemoriáveis, acessível mais amplamente nestes fim de ciclo Terrestre pela misericórdia divina, para acelerar a elevação da consciência do homem.
Ayahuasca é uma bebida psicoativa feita pela cocção de duas espécies vegetais distintas e utilizada em cerimônias ou rituais religiosos, conhecida por diversos nomes, como Huni, Oasca, Nixipaea, Nixihoni, Natema, Pinde, Runipan dentre muitos outros, são conhecidos pelo menos 42 nomes indígenas para esta poção usada por pelo menos 72 tribos indígenas da bacia Amazônica.

O que é Ayahuasca e sua origem?
A Ayahuasca tem a sua origem nos povos indígenas pré-colombianos e é considerada a bebida sagrada dos povos Incas e de várias tribos do território nacional, sendo o seu uso ritualístico legalmente autorizado pelo CONFEN-Conselho Federal de Entorpecentes para diversos grupos religiosos do país.

Todas as plantas provêm do Grande Espírito, são bênçãos, não há plantas ruins, no entanto, todas foram criadas com funções distintas. Existem as plantas medicinais, as plantas de poder e as plantas de poder professoras.
A Ayahuasca se caracteriza como Planta de Poder Professora, pois tem a capacidade de promover a ampliação da consciência, a conexão com o mundo espiritual e ainda guiar e ensinar como se conduzir neste mundo.
A Ayahuasca é a rainha das plantas de poder nesta era em que vivemos. Uma planta de poder tem a capacidade de causar alterações de consciência em quem a utiliza. Ela não causa qualquer dano físico ao usuário e, ainda, pode chegar a reativar por completo órgãos danificados ou mesmo, em certos casos, reativar totalmente órgãos que não funcionam mais, conforme o merecimento de cada um.
Outra característica desta linda medicina é que ela possui elementais masculinos e femininos igualmente, promovendo o equilíbrio da energia em quem a utiliza. É muito importante frisar que a Ayuahuasca jamais pode causar dependência em quem dela faz uso. Ela jamais viciará ninguém, pois age pela energia e não pela química que possui, tanto que, as leis científicas não enquadram as plantas de poder na classe de drogas. Esta é a razão pela qual o organismo jamais oferece resistência uma planta de poder.
Um detalhe importante é o fato de toda planta de poder promover, sempre que houver necessidade, a limpeza física e energética do canal ou corpo que a usa. A planta de poder conecta quem a usa com a “sensitividade” e com as energias do espírito. Ela promove, cada vez mais, o alinhamento e a abertura dos chakras, dessa forma, seu usuário começa a aumentar o seu SENTIR. Começa a compreender pela intuição e basear suas certezas na luz em que passa a viver.
A Ayahuasca, como planta de poder professora, ensina o caminho da verdade, sem máscaras, sem fuga. Isso porque no exercício da consciência ampliada você consegue reconhecer o que você é realmente e o que você não é.

O Grande Espírito nos deu o livre arbítrio e o que cada um necessita exatamente para ser feliz, nos deu também um caminho uma linda jornada que é a vida aqui nesta terra. Trilhando o sendero da consciência, da iluminação tudo que se encontra é especialmente para o caminhante, pois o caminho é único e da cada um, a Ayuhuasca é um caminho, ou um ser divino que ajuda a encontrar o caminho, ela também pode ser livro que se deve degustar com gratidão, um livro que ajuda cada um a ler o seu próprio livro da vida. Nos foi dada uma maravilhosa oportunidade de sermos felizes, que é a vida.

A maior benção da vida vem com a morte, com essa transformação, pois quando chegarmos na hora de nos despedirmos desta terra, abençoado será aquele que ver o filme de sua vida e sorrir grato e feliz por ter aproveitado dignamente este deslumbrante presente que nos foi dado.

Uma das plantas é a liana, cientificamente denominada Banisteriopsis Caapi, e a outra é um arbusto da família das rubiáceas denominada Psychotria Viridis. A bebida é feita das duas plantas postas em maceração ou cozinhadas, com diversos graus de apuro e concentração.
A antiguidade do uso da Ayahuasca se perde na pré-história. De uma utilização regional milenar, centrada na Amazonia ocidental, seu uso tem modernamente se expandido em toda a América do Sul, primordialmente, graças à preservação do uso pelos povos indígenas e mestiços, apesar da incessante repressão cultural desde os primórdios da colonização. Muito do que se pratica e conhece sobre Ayahuasca vem da observação e conhecimento empírico acumulado por estas tradições indígenas.
Visão científica sobre a Ayahuasca
Abaixo, um material bastante interessante que demonstra claramente que ayahuasca não causa danos físicos ou psicológicos, de qualquer nível. Muito pelo contrário, o grupo de usuários pesquisados se saiu consideravelmente melhor que o grupo de controle.

INOCUIDADE DA AYAHUASCA
Entre 1991 e 1993, a Universidade Federal de São Paulo (antiga Escola Paulista de Medicina), Universidade de Campinas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Amazonas, Instituto Nacional de Pesquisas Amazônicas (INPA), Universidade da Califórnia, Universidade de Miami, Universidade do Novo México e Universidade de Kuopio (Finlândia), foram convidados por inciativa de uma das igrejas sincréticas Brasileiras, a UDV, para gerenciar uma pesquisa cientifica, intitulada “Farmacologia Humana da Hoasca, chá usado em contexto ritual no Brasil”. A pesquisa foi articulada pela direção central do Centro de Estudos Médico-Científico da União do Vegetal, órgão interno da instituição, que reúne seus adeptos profissionais de áreas relevantes. Os resultados constatam que a bebida Ayahuasca é inofensiva à saúde.
A pesquisa está publicada em importantes revistas científicas como: “Psychopharmacology”, em texto assinado por J. C. Callaway (PhD), e “The Journal of Nervous and Mental Disease”, em texto de Charles S.Grobb(PhD). Este estudo se deu em Manaus e envolveu nove centros universitários e instituições de pesquisa do Brasil, Estados Unidos e Finlândia, financiados pela fundação norte-americana Botanical Dimension. A pesq uisa começou a ser planejada em 1991 e aconteceu em 1993. Consistiu em aplicar testes laboratoriais e questionários, dentro dos procedimentos científicos padrões, em usuários da Ayahuasca. Eram pessoas de faixas etárias variadas, dos meios urbano e rural, freqüentadores assíduos dos cultos. Os testes foram também executados em não usuários servindo de grupo de controle. A avaliação psiquiátrica conduzida pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo, Centro de Referência da Organização Mundial da Saúde, não encontrou entre os usuários pesquisados nenhum caso de dependência, abuso ou perda social pelo uso da Ayahuasca, aspectos presentes em usuários de drogas proscritas pela legislação. As conclusões comparativas são surpreendentes. A primeira delas, confirmando a afirmação de que a bebida é inócua do ponto de vista toxicológico: não se constatou “nenhuma diferença significante no sistema neurosensorial, circulatório, renal, respiratório, digestivo, endócrino entre os grupos experimentadores e de controle”.
Nos testes psiquiátricos, foram aplicados os recome ndados pela ortodoxia científica, o CIDI (Composite International Diagnostic Interview), com os critérios do CID 10 e DSM IIIR, e o TPQ (Tridimensional Personality Questionnaire). Constatou-se que os usuários da Ayahuasca, comparativamente aos não usuários (grupo de controle) mostraram-se mais “reflexivos, resistentes, leais, estóicos, calmos, frugais, ordeiros e persistentes”. E ainda: mais “confiantes, otimistas, despreocupados, desinibidos, dispostos e enérgicos”. Exibiram também “alegria, hipertimia, determinação e confiança elevada em si mesmo”. Os examinados apresentaram desempenho significativamente melhor que os do grupo de controle quanto à capacidade de lembrar as palavras na quinta tentativa. Foram melhores também em “número de palavras lembradas, recordação tardia e recordação de palavras após interferência”.
Embora o protocolo de estudo não permitia separar os b enéficos atinentes ao contexto religioso dos efeitos da bebida em si, esta pesquisa confirma a impressão geral, decorrente da sua utilização milenar, da inocuidade da Ayahuasca. De fato não se conhece caso de lesões e doenças provocadas pelo seu uso “in natura”, sem adulterações ou misturas.

Referencia:

(Texto adaptado por Max Mello)

“...após o Grande Mistério ter criado a Terra depositou sobre seu ventre três de suas virtudes, o Amor, o Poder e a Sabedoria. Nas plantas está contido o Amor de Deus e toda sua capacidade de doação e entrega deste Amor. Nos animais está a expressão do poder do Grande Espírito e suas relações. E como receptáculo da sabedoria desta Força Criadora, o Homem, para que em seu caminho possa comungar com estas dádivas divinas e compartir com seus irmãos.”

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Roda de Cura

Roda de Cura - com o tabaco do Vento

Nesta Cerimônia estaremos comungando o rapé sagrado e recebendo as bênçãos do Espírito do Rumã. Para os Yawanawa, o rapé (mistura da cinza de uma árvore amazônica com tabaco) pode expulsar qualquer coisa ruim e malefício que possa estar atrapalhando a vida da pessoa, agindo no ponto em que a pessoa necessita. Sendo o rapé utilizado para muitos fins, como mazelas do corpo físico (dor de cabeça, sinusite, congestão nasal, prisão de ventre, etc) e do espírito, deve-se ter em mente que o que entra em você são plantas da floresta e também espíritos de cura da floresta. Além da cura física e limpeza energética que proporciona, amplia nossa percepção e nos faz ver a vida com mais serenidade e beleza. Elimina a preguiça, trazendo disposição e força para seguir adiante. Neste encontro formaremos um belo circulo de cura em volta do fogo sagrado e juntos entraremos em sintonia com o nosso corpo e espírito, unindo-nos com as forças da mãe natureza através de cantos e danças. …..Haux, haux, haux……..Gracias a floresta e seus ensinamentos milenares! Valor: R$30,00 Dia 02/07/2011 Confirmar: Fone: (51) 32352124 / 99438293 http://erapanuy.blogspot.com

quarta-feira, 4 de maio de 2011

curso de massagem Xamanica

Workshop de Linguagem corporal - 09 e 10 de Maio 2011



Workshop de Linguagem corporal

A linguagem corporal aborda de maneira dinâmica aspectos caracteriológicos da psique manifestados através da expressão corporal e comportamental, além de uma leitura regionalizada do corpo e suas significações (ombro, joelho...), e ainda uma visão dos aspectos psico-emocionais dos órgãos e entranhas. “...é saber em uma leitura simples a relação entre a expressão do corpo (postura/enfermidade/atitudes) e características emocionais..." Data: 09 e 10 de Maio 2011
Hora: 20h ás 22h30min.

Faça sua inscrição!!!

Local: Espaço Rapa Nuy
Rua Delfino Riet, 116
Santo Antônio - Porto Alegre/RS
(ônibus Caldre Fião ou lotação Canal 10)
Contato: (51) 32352124
Investimento: R$ 100,00
Trazer: papel e caneta para anotações.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Pow Wow 2011


POW WOW 2011 - Sítio Terra Cristal

Convido a todos os irmão que queiram compartilhar uma linda celebração com atividades diversas, xamanismo e cerimonias. Venha Encher esta aldeia de encanto!



Dia 30 e 01 de Maio

Venha dançar, celebrar, confraternizar ao som dos Tambores.
Pode ficar na Grande Aldeia com contribuição de R$ 10,00, trazendo seu material de camping ( barraca,cobertas e alimentos para partilha das refeições). ou na Pousada Recanto Xamânico com contribuição de R$ 80,00, estadia e alimentação para os dois dias.

Informações: (51) 3542 9023/9966 0200 /9639 4428 ou
terracristal@terra.com.br www.sitioterracristal.com.br

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Reiki Xamânico nível I - Maio de 2011


Em Maio de 2011 estaremos realizando mais um Curso de Reiki Xamânico - O Caminho do Coração - nível I. O curso não tem pré-requisito, está disponível a qualquer homem e mulher que queiram aproximar-se da sua essência, estabelecer conexão com a natureza e com tudo que Ela nos oferece; que queiram conhecer o Campo de Possibilidades que é a VIDA e que desejam estar à SERVIÇO, alinhados com seu Propósito Celeste. O Curso é todo vivencial, a iniciação é individual, é repassado aporte teórico depois do curso e os facilitadores permanecem amorosamente a disposição para dúvidas e orientações depois do processo, de acordo com a necessidade de cada um.

O nível I além de apresentar elementos básicos e essenciais no atendimento de Reiki Xamânico, purifica e prepara o participante para seguir sua jornada de Encontro a si mesmo (queira ele participar dos outros níveis ou não). Atualmente há muita informação disponível à respeito do Caminho Vermelho, a teoria já está acessível em livros e virtualmente, mas o objetivo de um curso vivencial é dar acesso à informações que estão disponíveis somente à VOCÊ. Cada um carrega em si uma biblioteca VIVA, traz em suas células milhares de informações, carregando em seu coração a SABEDORIA que vem da FONTE. Jamais deixamos de ser aquilo que somos - SOMOS CENTELHA DIVINA!

É com muito Amor no coração que lhe faço este convite. Repasse por Amor!
Abraço fraterno,
Ana Paula Andrade
Clã Filhas da Lua

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Reiki Xamânico nível I - Fevereiro de 2011

Clique na imagem para ampliar


Em fevereiro de 2011 estaremos realizando mais um Curso de Reiki Xamânico - O Caminho do Coração - nível I. O curso não tem pré-requisito, está disponível a qualquer homem e mulher que queiram aproximar-se da sua essência, estabelecer conexão com a natureza e com tudo que Ela nos oferece; que queiram conhecer o Campo de Possibilidades que é a VIDA e que desejam estar à SERVIÇO, alinhados com seu Propósito Celeste. O Curso é todo vivencial, a iniciação é individual, é repassado aporte teórico depois do curso e os facilitadores permanecem amorosamente a disposição para dúvidas e orientações depois do processo, de acordo com a necessidade de cada um.

O nível I além de apresentar elementos básicos e essenciais no atendimento de Reiki Xamânico, purifica e prepara o participante para seguir sua jornada de Encontro a si mesmo (queira ele participar dos outros níveis ou não). Atualmente há muita informação disponível à respeito do Caminho Vermelho, a teoria já está acessível em livros e virtualmente, mas o objetivo de um curso vivencial é dar acesso à informações que estão disponíveis somente à VOCÊ. Cada um carrega em si uma biblioteca VIVA, traz em suas células milhares de informações, carregando em seu coração a SABEDORIA que vem da FONTE. Jamais deixamos de ser aquilo que somos - SOMOS CENTELHA DIVINA!

É com muito Amor no coração que lhe faço este convite. Repasse por Amor!
Abraço fraterno,
Ana Paula Andrade
Clã Filhas da Lua