Clã Lobos do Sul

O Clã Lobos do Sul é um PROJETO que visa o desenvolvimento e a capacitação do ser humano. Com as Raízes profundamente imersas e nutridas pelas culturas nativas (xamanismo) e outras vertentes do conhecimento, compreende que a consciência e a vivência prática constituem um bom caminho na jornada rumo a integralidade do SER. Neste caminho dispondo de atividades vivenciais, grupos de estudos, cursos e palestras que proporcionam a difusão e a experimentação de conhecimentos tradicionais e contemporâneos que recordem o vinculo consciente com a essência individual, natural, coletiva e espiritual.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Ciclos da Natureza


Roda da Vida


            O circulo ou a roda estão presentes em todas as tradições como simbolo do todo, do eterno ciclo da vida através dos mundos, representando o universo interno do ser e o universo externo que nos cerca.
            A partir da observação do universo externo o homem pode traçar caminho internamente em seu próprio universo e posicionar elementos que o auxiliam nesta caminhada interna como pontos de referencia e integração destes mundos e destes universos.
            Existem muitas diferenças entre as tradições quanto ao que diz respeito ao posicionamento destes elementos e seus símbolos. Estas variações surgem principalmente pelos aspectos geográficos, culturais e socio-ambientais, como por exemplo os ciclos sancionais que influenciam diretamente na estrutura social ou a relação com a fauna local.
            O mais importante não é necessariamente a posição de cada elemento mas a compreensão e o valor simbololico-energético e mutacional que ele traz consigo, bem como a capacidade de nos conectarmos com estas forças independentemente da tradição.  
            Conceitualmente, a deste circulo sagrado agrega se referências de direcionamento o que implica por consequência na geração de movimento. Este direcionamento pode estar vinculado ao movimento do sol, da lua, dos ventos, bem como de projeções menores (geográficas) como montanhas, lagos, mar, floresta.
            Hoje, este direcionamento esta vinculado principalmente as direções cartesianas para uma melhor compreensão da nossa mente moderna. Sendo assim, cada direção: leste, sul, oeste e norte. É Acompanhada de elementos simbólicos, arquetípicos e forças espirituais.
           
  Segundo Angeles Arrien em “O caminho Quadruplo”, cada direção esta associada a um caminho e seus aspectos, embora “ transculturalmente, existem várias e diferentes perspectivas entre os povos indígenas de cada continente, no que diz respeito aos pontos cardeais e às estações do ano. No entanto, a maioria deles os vê tal como apresentado aqui”.
Outra visão complementar na “Roda Medicinal dos nativos norte-americanos, cada direção cardeal tem um Espírito Guardião. Esses espíritos são responsáveis pelos ensinamentos do tempo, estações e dos poderes de cada direção. Ele nos mostra os verdadeiros talentos, e o caminho para caminharmos em beleza na Mãe-Terra”,segundo Sthan Xanniã.

CXV - Inscrições Abertas - Próximo Grupo com início dia 17 de Abril 2014